A História de Dayana DeLima

View this post in other languages: English, Español

American Dream Series

A História de Dayana DeLima

By Maria Danniella Gutiérrez- Salem Advogada estrangeira – Venezuela

Nossa entrevistada é de Recife, capital do Estado de Pernambuco, Brasil. O nome dela é Dayane DeLima. Ela veio para os Estados Unidos em 2001.

Conte-nos o começo da sua história nos Estados Unidos.

“O começo foi um pouco complicado, mas com um final feliz. Minha irmã tinha um negócio muito bem sucedido no Brasil que depois de alguns anos, infelizmente, faliu. Ela é uma mulher com um coração de ouro, trabalhadora e ávida empreendedora. Decidida a começar de novo, ela veio para os Estados Unidos e adquiriu uma franquia de pizzas bem conhecida.

Minha irmã tem sido como uma mãe para mim, por isso, quando ela se instalou aqui, tomou a decisão de me trazer. Na época, eu ainda era adolescente, então me adaptei rapidamente ao estilo de vida neste país, terminei o ensino médio, mas não pude ir para a faculdade porque era muito caro — embora agora eu tenha recomeçado meus estudos universitários. As coisas precisam ser concluídas, repito isso para mim e para os outros.”

Conte-me sobre sua vida profissional.

“A verdade é que eu tive vários tipos de emprego. O primeiro foi na pizzaria da minha irmã. Eu era garçonete e também trabalhei por vários anos em um banco de prestígio. Neste último emprego, trabalhei em posições diferentes, porque fui promovida a diferentes oportunidades. Este foi talvez o meu trabalho mais satisfatório por causa do ambiente de trabalho, o aprendizado e a oportunidade de me aperfeiçoar profissionalmente. Lembro como se fosse hoje quando, como garçonete do restaurante, a gerente do banco me deu seu cartão e não ousei ligar para ela. Mas um colega de trabalho me encorajou. Ainda bem que ele fez isso. Durante esse período de transição entre trabalhar na pizzaria e no banco, conheci a pessoa que hoje é meu amigo, marido e parceiro”.

Explique por que você descreve seu marido dessa maneira.

“Bom, o que aconteceu foi que meu marido e eu éramos inicialmente amigos. Hoje, acho legal lembrar como diferíamos da maioria das opiniões, como ainda fazemos, porque nossas personalidades são muito diferentes. Ele é tímido e nem sempre expressa o que sente, mas é gentil e, acima de tudo, muito honesto.

Há pontos em comum em nossas vidas. Nós dois viemos de relacionamentos familiares um pouco complicados. Ele é do Brasil e, como eu, queria melhorar na vida. Acabamos nos unimos e hoje somos casados e temos a bênção de termos um filho, que é a melhor coisa que a vida nos deu: nosso filho é o nosso motor, a razão para não olhar para trás e às vezes até curar as feridas do passado. Nosso filho traz o melhor de nós dois. Desde que ele veio ao mundo tudo mudou. Nunca pensei que alguém pudesse amar tanto. Agora, é muito difícil imaginar-me sem ele. A verdade é que o sentimento é indescritível. Eu agradeço a Deus por me dar a oportunidade de ter minha própria família.

Como casal, temos discordâncias, como todos, porque nem todo dia é ensolarado, e a chuva também é necessária para nos fortalecer. Eu sinto que não há nada que possa nos impedir se trabalharmos em equipe. Quanto a ser parceiro, nunca sonhei com um restaurante, mas às vezes os sonhos nos encontram e foi o que aconteceu conosco. Durante as férias, ofereceram-nos uma parceria. Não foi fácil começar a aventura, mas meu marido sempre economizou, nós dois tínhamos um bom crédito e também tínhamos essa pessoa que nos deu a oportunidade de sermos seus parceiros. Temos trabalhado muito em nosso restaurante, tentando oferecer um conceito inovador, alimentação saudável e bom atendimento, gerando emprego e também atendendo nossa comunidade. Tudo é possível quando você trabalha duro e honestamente. Sem eu saber, todos os meus trabalhos me prepararam para ser uma empreendedora.”

Qual seria a sua mensagem final? “As pessoas não entendem que primeiro você deve aprender e depois construir. Elas querem ter tudo de uma vez e isso não funciona. Nunca pensei que dedicaria tanto tempo a um lugar, mas tenho orgulho de tê-lo feito porque o que construímos, fizemos juntos, tenho muito orgulho disso e é como eu disse antes: não era meu sonho, mas tornou-se meu sonho, o grande sonho americano. É possível alcançá-lo.”

 

María Danniella Gutiérrez-Salem exerceu advocacia na Venezuela antes de seguir seu próprio sonho americano e se tornar escritora nos Estados Unidos. mdgutier@gmail.

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestShare on LinkedIn
May 23, 2018

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *