A História de JAZMIN LOPEZ

View This Post In: English, Spanish

American Dream Series

A História de JAZMIN LOPEZ

By Maria Danniella Gutiérrez- Salem

Nossa entrevistada é uma jovem nascida nos Estados Unidos, de pais porto-riquenhos. Eles vieram para este país adolescentes, cresceram no Bronx, Nova Iorque, onde se conheceram, casaram e a conceberam, e seus olhos vivazes parecem falar por ela. Jazmín Lopez define-se como “novariquenha”, um termo que é, segundo ela, usado por aqueles cujas origens são da “Ilha do Encantamento”, mas que vivem em Nova Iorque.

O que lhe motivou a se deslocar para Danbury? Ela respondeu: “Eu queria viver em um lugar mais silencioso que o Bronx. Meus pais se divorciaram há muitos anos e meu pai se mudou para cá. Ele me disse há sete anos que eu poderia morar com ele e sua esposa contanto que continuasse meus estudos. Eu sempre quis melhorar a mim mesma e assim, desde cedo, decidi estudar na Escola Técnica Henry Abbott para aprender uma profissão. Eu queria ser enfermeira, mas eles não oferecem enfermagem. Eles tinham curso de cabeleireira, algo que eu gostava e sabia porque é a profissão da minha madrasta. Então, decidi fazer o curso de cabeleireira e cosmetologia e estudei por quatro anos. Finalmente recebi meus certificados e atualmente estou trabalhando nessa área e também estudando para ser enfermeira”.

São duas profissões muito diferentes; o que você gosta em cada uma? Ela respondeu: “Ser cabeleireira e cosmetologista é uma profissão confortável e rentável que me permite estudar. As pessoas gostam da boa aparência. Eu diria que as pessoas nunca param de investir dinheiro em sua aparência; além disso, elas também gostam de mudar sua imagem constantemente, seja com um corte de cabelo, pintura ou apenas um penteado. Este último é o meu trabalho favorito porque acredito que penteados para casamentos ou eventos de gala não são algo que qualquer um consegue fazer e, para ser honesta, posso fazê-los muito bem. Talvez seja porque me dedico a dar o melhor acabamento possível. Quanto a ser enfermeira, eu sempre gostei de biologia, e de interagir com as pessoas, e tenho a coisa mais importante, que é ter vocação para este trabalho e ter um bom temperamento. Ajudar os outros é algo que vi crescer em mim; minha família é muito unida. Alguns vivem aqui e outros em Porto Rico, mas, apesar disso, estamos sempre ligados. Eu amo minha família, porque posso contar com ela. Tanto a minha mãe como meu pai me protegem o tempo todo. Eles tentaram muito me fazer entender que, apesar de ter nascido aqui, eu também sou porto-riquenha”.

O que você gosta nos porto-riquenhos e neste país? Feliz ela respondeu: “Os porto-riquenhos não podem viver sem rir. Seu senso de humor me fascina. Além disso, eles são alegres em tudo que fazem, em sua música e danças. Eles sempre encontram maneiras de se divertir em tudo. Os porto-riquenhos não conhecem tristeza. Todas as vezes que visitei Porto Rico, saboreei os deliciosos pratos: mofongo, bacalaitos e até mesmo as mangas pareciam ter um sabor diferente. Na minha primeira viagem, percebi que Porto Rico é a “Ilha do Encantamento” porque você não consegue esquecê-lo. Ele fica no seu coração e te conquista para sempre. No entanto, também amo o meu país, porque meus pais se conheceram aqui, cresci aqui e estou recebendo minha educação aqui, onde conseguirei ter sucesso profissional”.

Qual seria a sua mensagem final? “Um sorriso pode mudar tudo. Devemos ser gratos pelo que temos e nunca nos esquecermos de agradecer àqueles que chegam até nós. Nossos pais merecem tudo porque nos dão tudo sem esperar nada em troca. Eu não consigo imaginar a vida sem eles. Quem me protegeria ou me amaria infinitamente? Por isso, é muito importante valorizá-los”.

Daniella Maria Gutiérrez-Salem praticou advocacia na Venezuela antes de ir atrás do seu próprio sonho americano e se tornar escritora nos Estados Unidos. mdgutier@gmail.com.

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestShare on LinkedIn
November 8, 2016

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *