A História de Tiffany Araújo

View this post in other languages: English, Español

American Dream Series

A História de Tiffany Araújo

By Maria Danniella Gutiérrez- Salem

Nossa entrevistada hoje é Tiffany Araújo. Conte-me como começou sua história? “Para ser honesta, devo admitir que minha vida começou em Minas Gerais, um estado localizado no norte do Brasil, onde a principal atividade econômica é a agricultura. Meus pais são dessa área. Eles emigraram há 30 anos para este país maravilhoso onde nasci. Eles não queriam que meus irmãos crescessem na pobreza, sem oportunidades de estudar ou de terem uma vida em que o salário é insuficiente para comida e onde coisas como ir ao cinema são um luxo que não se pode pagar.”

“Meus pais não têm diploma universitário, mas são as pessoas mais respeitáveis que conheço. Eles estão sempre atentos às pessoas ao redor, cuidadosos em fazerem o que é certo e, acima de tudo, apoiando tanto eu como meus irmãos em tudo que empreendemos.”

“Um dos momentos mais emocionantes da minha vida foi quando recebi meu primeiro diploma ao completar os dois primeiros anos da faculdade. Caminhei para recebê-lo e tudo estava embaçado porque meus olhos estavam marejados. Foi quando senti que estava caminhando por eles dois. Outro momento importante foi recentemente, quando consegui um empréstimo com meu namorado para comprarmos uma casa. Mais uma vez, eles me fizeram sentir que valeu a pena o trabalho deles e deixar o país deles para vir morar aqui.”

“Tenho muita sorte de ter pais dedicados e um namorado que me entende, aceita e completa. Digo completa porque quando não tenho certeza de algo, nós dois procuramos a resposta. Eu o amo muito e espero dividir nossa vida como meus pais: cônjuges e companheiros e, juntos, enfrentando tudo.”

Você ainda está estudando? “Sim, trabalho e estudo. Nem sempre é fácil, porque depois de um dia inteiro de oito horas, frequentar as aulas é exaustivo, mas repito para mim mesma que toda jornada tem seus obstáculos e, no meu caso, a fadiga não me impedirá. Sou muito acelerada, falo rápido, penso rápido, e talvez seja por isso que amo tanto a tecnologia. Eu sempre acho uma maneira de diminuir o ritmo para fazer tudo. Eu gosto de me destacar e, para conseguir isso, você tem que dar e aprender mais do que as pessoas. Estudar para mim é uma oportunidade não apenas de melhorar de vida, mas também de garantir que, quando chegar a hora, terei os meios financeiros para cuidar dos meus pais, pois eles cuidaram de mim. Basta eu mencionar que preciso de algo e minha mãe me surpreende, me dando o que preciso. É lindo quando, além de serem seus pais, eles são seus amigos.”

Você fala português? “Sim, falo português e espanhol, Danbury está cheio de hispânicos. Devo admitir que gosto da diversidade. Por outro lado, conhecer mais de um idioma é uma ferramenta quando se procura emprego. No meu caso, foi muito útil no meu trabalho com o prestigioso escritório de advocacia Ventura, já que eles gerenciam um grande volume de clientes falantes de espanhol. Agora vou trabalhar em outra área, mas devo dizer que aprendi muito e sempre fiz o meu melhor. Isso é algo que meus pais me ensinaram, que somente aqueles que dão tudo podem receber tudo.”

O que você quer para o seu futuro? “Quero ser bem sucedida e servir a comunidade que me deu tanto. Há muitas coisas que quero fazer!”

O que você acha que pode mudar sua vida neste momento? “Eu acho que seria uma bolsa de estudos. Quero muito continuar estudando e fica difícil porque os custos com a matrícula são muito altos. Quando estou nas aulas, sempre noto pessoas que estão lá apenas fisicamente e não com a alma. Tento entendê-las, mas não consigo porque gosto de todas as aulas. É por isso que sempre sento na fila da frente para ver e ouvir tudo e não perder nenhum detalhe. Eu sonho em estudar, receber um doutorado e ser uma inspiração para outros que, como eu, se esforçam para obter reconhecimento. Quem sabe? Talvez um dia eu possa dar uma bolsa de estudos para um jovem cheio de sonhos. Eu adoraria fazer isso.”

Qual seria sua mensagem final? “A família, o casal, os estudos e o trabalho são os pilares da nossa vida. Devemos nos esforçar para manter o equilíbrio perfeito, que não é outro senão dar o melhor a cada dia. Estar cansado não pode ser uma desculpa; deixe o amor nos forçar a seguir em frente.”

María Danniella Gutiérrez-Salem exerceu advocacia na Venezuela antes de seguir seu próprio sonho americano e se tornar escritora nos Estados Unidos. mdgutier@gmail.com.

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestShare on LinkedIn
August 23, 2018

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *