Brigadeiro: O Docinho Brasileiro com Reputação Internacional

View this post in other languages: English, Español

Colunas, Little Brazil

Brigadeiro: O Docinho Brasileiro com Reputação Internacional

By Karla Rensch

Brigadeiro, um doce que além de delicioso é muitíssimo fácil de fazer, desbravou fronteiras e conquistou o mundo. Há alguns anos, o The New York Times publicou um artigo sobre o fascínio que essa especiaria cem por cento brasileira estaria exercendo nos nova-iorquinos. Aqui em Connecticut não é diferente. O brigadeiro virou fonte de renda de muitas famílias que montaram empresas que são um sucesso, tanto para o público brasileiro como para o americano, que fica encantado com o sabor e a textura do doce, tornando-se um dos maiores consumidores das “brigaderias” (empresas familiares locais que vendem brigadeiro em grandes e pequenas quantidades).

O mais interessante é que o doce tem origem política. Seu nome e criação estão ligados à uma campanha para a Presidência da República em 1946.

Conforme relatam os historiadores da alimentação, o nome foi uma homenagem ao então candidato militar, Brigadeiro Eduardo Gomes, da União Democrática Nacional, por parte de um grupo de mulheres paulistanas do bairro do Pacaembu, que criaram o doce durante a primeira campanha do candidato à presidencia, logo após a queda de Getúlio Vargas.

A guloseima que é feita de leite condensado, manteiga e chocolate em pó, foi inicialmente criada como uma forma de arrecadar fundos para a campanha, mas rapidamente ganhou enorme popularidade e se espalhou pelo resto do país junto da campanha do Brigadeiro. Como as festas dos correligionários e cabos eleitorais eram muito disputadas pela população, estes logo começaram a chamar os amigos para irem comer o “docinho do brigadeiro”. Com o tempo, o nome “brigadeiro” se tornou tão associado ao doce que o mesmo passou a ser conhecido apenas como “brigadeiro”. Apesar de todo apoio recebido, Eduardo Gomes foi derrotado nas eleições, tendo sido vencido pelo então general Eurico Gaspar Dutra.

Em Connecticut existem várias empresas especializadas na produção de brigadeiros e seus muitos derivados, A Thompson Brigaderia, de Ioranna Thompson, é uma delas e pioneira em sua área, já que inovou e criou um carrinho estilo self-service que fez muito sucesso no mercado americano.

Thompson conta que começou a levar o seu carrinho recheado com doces variados para casamentos e eventos culturais e o público americano foi muito além de aceitar o doce exótico, virou cliente fiel.

“Quem provar uma vez que seja, nunca mais deixa de encomendar,” disse Thompson. Desta forma, sua empresa foi crescendo, marcando presença brasileira nas festas americanas  e adoçando muitos eventos em várias partes do país.

Para conhecer um pouco do serviço oferecido pela Brigaderia, acesse no Facebook a página Thompson Brigaderia, via email para thompsonbrigaderiaus@gmail.com, ou ligue para a proprietária em 203-512-2043.

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestShare on LinkedIn
June 6, 2018

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *