Connecticut Avança com o Programa de Segurança da Aposentadoria

View this post in other languages: English, Español

Colunas, Qual é O Passo Seguinte Na Sua Vida

Connecticut Avança com o Programa de Segurança da Aposentadoria

By Nora Duncan

Connecticut avança com a implementação do Programa de Segurança da Aposentadoria de Connecticut, que fornecerá a 600 mil pessoas sem plano de poupança de aposentadoria uma oportunidade de construir um futuro financeiro seguro para elas e suas famílias.

No processo, o programa que entrou em vigor em 2016 e começará em 2018 ajudará a reduzir a enorme lacuna entre o que existe e o que é necessário para a aposentadoria, além de reduzir a dependência dos serviços de segurança social financiados pelo estado no futuro. Um recente relatório do Instituto de Políticas Públicas da AARP descobriu que Connecticut economizaria mais de $90 milhões em programas de assistência pública entre 2018-2032, se os aposentados de baixa renda economizarem o suficiente para aumentar sua renda na aposentadoria em apenas $1.000 por ano.

AARP está contente que Connecticut esteja assumindo um papel de liderança no enfrentamento de uma crise para economizar para a aposentadoria que se estende por toda a América. Nós somos um dos poucos estados, como Oregon e Maryland, a oferecer oportunidades para que as pessoas economizem para a aposentadoria no trabalho. Existe um déficit estimado de poupança de aposentadoria de $7 trilhões entre americanos mais velhos nos Estados Unidos, de acordo com dados do Centro de Pesquisa de Aposentadoria no Boston College.

A economia média para a aposentadoria nas famílias americanas que se aproximam da idade de aposentar é de $12.000. Três quartos das famílias latinas têm menos de $10.000 economizados para aposentadoria, em comparação com a metade das famílias brancas. Isso se deve principalmente ao fato de que, no setor privado, os latinos têm 42% menos chance de ter um plano de aposentadoria em relação aos brancos.

O plano exigirá que todas as empresas de Connecticut com cinco ou mais funcionários sem opção de pensão ou plano 401K participem do programa de segurança da aposentadoria. Será voluntário para os funcionários, que serão automaticamente matriculados, mas eles podem optar por serem excluídos, e os empregadores não serão obrigados a igualar as contribuições.

A taxa de contribuição do empregado padrão para as pessoas que não optarem por sair será de 3% do salário, que entrará em uma conta Roth IRA privada, e que escolherão entre os vendedores disponíveis. Os funcionários poderão aumentar ou diminuir a taxa de contribuição. O vendedor/fornecedor do Roth IRA será escolhido por uma RFP conduzida pela autoridade. A lei não acrescenta nenhum custo adicional aos contribuintes e levará a uma menor dependência dos serviços de segurança social financiados pelo estado no futuro.

As deduções automáticas da folha de pagamento incentivam a poupança. Na verdade, os estudos do AARP Public Policy Institute mostram que as pessoas estão 15 vezes mais propensas a economizar para aposentadoria se conseguirem fazê-lo através de um programa de dedução na folha de pagamento.

A nova lei foi produto do Conselho de Segurança da Aposentadoria de Connecticut (CRSB), co-presidido pelo controlador estatal, Kevin Lembo, e a tesoureira do estado, Denise L. Nappier, que foram encarregados de fornecerem recomendações sobre a eficácia de um plano de poupança no local de trabalho aos trabalhadores do estado que não têm acesso a isso.

Há muitos trabalhadores da classe média em Connecticut que estão chegando próximos a aposentaria sem experiência financeira. Este é um problema que afeta os trabalhadores e suas famílias que são forçados a atrasar a aposentadoria, bem como para toda a economia estatal. O estado, em última análise, economizará dinheiro, ajudando as pessoas a planejar a autossuficiência na aposentadoria e evitar a dependência da assistência pública.

É ótimo ver os legisladores de Connecticut abordarem a questão que afeta todos em nosso estado. Uma pesquisa mostrou que três em cada quatro eleitores registrados em Connecticut com idade entre 35 e 64 anos estavam preocupados com o fato de que alguns residentes não economizaram o suficiente para a aposentadoria e poderiam ser dependentes da assistência pública. Muitos estão preocupados com a sua própria aposentadoria e gostariam de ter economizado mais dinheiro.

Nora Duncan é diretora estadual da AARP Connecticut.

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestShare on LinkedIn
September 30, 2017

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *