Integrar-se é possível

View this post in other languages: English, Español

Colunas, Little Brazil

Integrar-se é possível

By Karla Rensch

Um dos grandes desafios para a maioria dos imigrantes é falar o idioma do novo do país onde escolheram viver. Para que haja uma inteira e verdadeira integração dentro de uma cultura que não a nossa, é preciso aprender sua língua.

O aprendizado do idioma deveria ser o foco principal para os recém-chegados, mas isto nem sempre acontece. A comunidade brasileira residente no estado de Connecticut é enorme e, às vezes, esta realidade faz com que se torne confortável conviver às margens da integração, morando fora do Brasil e fazendo de conta que ainda se vive lá, deixando assim de aprender e interagir com os costumes locais.

Laura Patrício é professora de línguas, nascida e criada em Danbury, Connecticut,  cidade que ama e que abriga quase toda sua herança genealógica. Danbury é onde ela escolheu viver e dar aulas de inglês como segunda língua.

Após terminar a universidade em 1983, Patrício passou um tempo na Alemanha, em Böblingen. “Eu estava muito feliz em me mudar para a Europa, mas a minha grande aventura também se tornou um dos maiores desafios de minha vida.”

Patrício conta que foi a primeira vez que ela experienciou um sentimento de exaustão. “Senti-me sobrecarrega, não havia GPS, telefones celulares, Google tradutor, além de não saber ir de um lugar a outro, não compreendia as diferenças entre Celcius, gramas e quilômetros e, o mais importante, não sabia falar a língua local.”

Ela compartilha seu questionamento sobre o peso de sua educação superior. “Meu diploma universitário não me ajudava a fazer simples perguntas sobre direções a alguém. Foi neste momento que entendi o que era ser imigrante e como era importante a integração e o foco no aprendizado do novo idioma.”

No início da década de 90, a vida de Patrício passa novamente por uma mudança quando ela conheceu seu marido, que é brasileiro, natural de Minas Gerais. Foi a partir deste período que ela começou a ter um grande contato com a comunidade brasileira de Danbury.

Seu envolvimento com os brasileiros locais, a levou a ajudar amigos com coisas simples como ler uma carta, preencher um cheque ou formulários. Dessa ajuda desprovida de interesse, nasceu a ideia de ajudar a comunidade a comunicar-se aprendendo o inglês com uma pessoa nascida no país.

Patrício oferece aulas particulares de inglês como segunda língua, voltadas para o interesse do aluno. Ela atende a domicílio, assim como em sua casa, e também leciona para grupos formados por seus próprios alunos.

Para ela, saber como um imigrante se sente na sua nova rotina de vida em um país de costumes e língua diferentes, faz dela uma professora com um diferencial. Ela se sente como uma orientadora que conhece o estado emocional de seus alunos, que compreende o sentimento de inadequação, e que introduz na aula temas motivacionais voltados diretamente para a área em que o aluno trabalha ou pretende se inserir. Os resultados são bastante gratificantes.

O aprendizado do inglês abre portas para novas oportunidades, além de  expandir os horizontes da vida pessoal e profissional. Garanta um horário para dar início a essa nova etapa da sua vida. Ligue para Laura Patrício pelo telefone (203) 788-7549.

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestShare on LinkedIn
March 8, 2019

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *