Seja Generoso, Mas Mantenha-se Seguro

View this post In: English, Español

Colunas, FIQUE ESPERTO/PASSE ADIANTE, Noticia

Seja Generoso, Mas Mantenha-se Seguro

By Catherine Blinder

Os furacões que recentemente atingiram os EUA, Porto Rico e outras nações e territórios insulares do Caribe deixaram centenas de milhares de pessoas sem energia, empregos, habitação, escola e acesso a serviços de saúde de emergência.

O furacão Maria devastou Porto Rico e outras ilhas.

O serviço elétrico, as linhas telefônicas e as linhas de combustível caíram ou foram interrompidas; as pessoas não tinham acesso a água potável, combustível para aquecimento ou, em alguns casos, estradas transitáveis. A maioria ainda não tem.

Como Connecticut é uma casa, ou uma segunda casa, para tantas pessoas de Porto Rico e outras ilhas que foram afetadas, isso impactou muitos membros dessas famílias que moram aqui nos Estados Unidos. As pessoas das ilhas precisavam de ajuda. E de repente, havia pessoas e organizações pedindo doações em cada esquina.

E, claro, queremos ajudar!

Mas antes, pense nas melhores maneiras de garantir que sua doação chegue as pessoas que você pretende. Certifique-se de que sua doação não faça de você uma vítima de uma farsa no processo de ser generoso.

Infelizmente, existem muitos tipos diferentes de golpes que surgem após uma tempestade. É sempre importante trabalhar com pessoas que você conhece e confia, e sempre dedique mais tempo para fazer pesquisas e perguntas.

Evite esses tipos de golpes:

  • Golpes de caridade: faça uma doação para organizações estatais ou nacionais com as quais você trabalhou anteriormente e pessoas locais que você conhece. Muitas vezes, os golpistas ligam, enviam e-mail, postam nas redes sociais, ou mesmo vão de porta em porta alegando que estão ajudando as vítimas, mas não podem dizer especificamente para onde sua doação irá e como ela ajudará. Se eles não puderem lhe dizer exatamente onde ela irá e o que ela fornecerá, provavelmente é uma fraude. E as instituições de caridade mais legítimas não solicitam dinheiro.
  • Golpe do aluguel: se você está ajudando um amigo ou membro da família a se mudar, tenha cuidado ao procurar oportunidades de aluguel on-line. Alguns golpistas postam alugueis fantasmas que não existem e tentam fazer você pagar antes de ver o espaço. Nunca faça um pagamento, incluindo um depósito de segurança, antes de assinar um contrato de aluguel e não transfira dinheiro. Se você está procurando por habitação, certifique-se de visitar o local pessoalmente, e nunca, nunca, pague antecipadamente antes de um contrato ter sido assinado. Não ofereça dinheiro.
  • Golpe do empréstimo antecipado: se você está procurando dinheiro de última hora para apoiar amigos ou familiares que foram atingidos pelo furacão, certifique-se de usar um administrador de empréstimo respeitável. Os servidores que não estão interessados em verificar seu crédito, não divulgam suas taxas, ou cobram antes de você conseguir seu empréstimo podem ser golpistas.
  • Golpe dos carros inundados: se você está tentando encontrar um carro para alguém que pode ter de se mudar para o estado temporariamente, tenha cuidado com um acordo de um carro que seja “muito bom para ser verdade”. Os carros de furacões anteriores, no Texas e na Flórida, estão vindo para Connecticut. Esses carros danificados pela tempestade são muitas vezes limpos o suficiente para parecerem bons do lado de fora, mas uma inspeção cuidadosa mostrará o metal enferrujado sob o capô, as marcas de água nos pneus e sob os assentos e no cinto de segurança, o cheiro de mofo e a condensação nas lanternas. O VIN (número de identificação do veículo) pode não coincidir com o título. Não seja tentado por um acordo. Afaste-se de qualquer carro que mostre esses sinais de danos causados por inundações.
  • Assistência falsa ao FEMA: os golpistas podem se aproximar das pessoas que chegam ao estado, oferecendo para ajudá-las a preencherem os formulários de assistência FEMA por uma taxa. Eles muitas vezes prometem uma resposta mais rápida e às vezes “garantem” que você receberá a assistência mais cedo se passar por eles. Isso não é legal. Você mesmo deve preencher seus formulários FEMA. Se precisar de ajuda para entender completamente o que os formulários estão perguntando, ou para uma assistência com a tradução, peça a família e amigos confiáveis.

Então, doe generosamente aos necessitados, mas certifique-se de fazer pesquisas sobre a instituição de caridade que você está doando, nunca dê dinheiro e pergunte onde sua doação será usada. E incentive os outros a rejeitarem as promoções “muito boas para não aproveitar”.

Quando ocorre um desastre e as pessoas estão em necessidade, muitos de nós queremos dar uma mão para compartilhar o que temos — essa é uma resposta humana. Mas tenha cuidado para não se tornar outra vítima. Nós precisamos uns dos outros agora mais do que nunca. Como sempre, passe adiante!

Este artigo foi escrito por Catherine Blinder, diretora de educação e divulgação do Departamento de Proteção ao Consumidor do Estado de Connecticut. Para saber mais sobre como o departamento pode ajudá-lo, acesse www.ct.gov/dcp.

 

 

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestShare on LinkedIn
November 8, 2017

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *