O Desempenho Acadêmico de CT no ‘Relatório Informativo da Nação’ Não Muda

View this post in other languages: English, Español

Capa, Cover

O Desempenho Acadêmico de CT no ‘Relatório Informativo da Nação’ Não Muda

By Jacqueline Rabe Thomas e Jake Kara | CTMirror.org

O desempenho de Connecticut este ano no chamado “Relatório Informativo da Nação”, a avaliação mais abrangente do país sobre o que os alunos sabem, foi notavelmente o mesmo da última vez em que o teste foi realizado dois anos atrás.

O desempenho médio dos alunos e as lacunas de desempenho entre os diferentes grupos continuam praticamente inalteradas.

Este teste — administrado pelo Centro Nacional de Estatísticas da Educação do Departamento de Educação dos EUA em uma amostra representativa de estudantes em cada estado a cada dois anos — é o único teste que dá ao público uma noção de como seus alunos se comparam com os de outros estados e fornece uma tendência de desempenho a longo prazo.

“Realmente não há mudanças”, disse Ajit Gopalakrishnan, líder do escritório de desempenho do Departamento Estadual de Educação, a repórteres. “Este teste nos fornece uma medida consistente para nos comparar com o resto do país”.

Connecticut não está sozinho, no entanto. Mais de 40 estados não observaram uma mudança significativa nas pontuações em leitura ou matemática nos últimos dois ciclos.

Aqui estão cinco coisas que precisamos saber sobre os resultados deste ano.

  1. Comparado com outros estados, alguns grupos de estudantes prosperam — outros tropeçam.

Alunos de famílias de baixa renda em Connecticut estão no meio daqueles comparados a estudantes pobres de outros estados em leitura. Em matemática eles estão abaixo da maioria dos estados.

Os alunos brancos de Connecticut estão entre os de melhor desempenho na leitura, mas são medianos em matemática.

  1. Algumas lacunas continuam sendo as maiores nos EUA.

Connecticut há muito tempo tem a reputação de ter algumas das maiores lacunas de desempenho entre estudantes minorias e seus colegas.

As pontuações deste ano não diminuíram essas enormes lacunas e as infames classificações de Connecticut. As lacunas entre estudantes negros e brancos de Connecticut, assim como estudantes hispânicos e brancos, estão entre as maiores do país.

  1. Nenhuma melhoria.

Os alunos de Connecticut no geral não mostraram mudanças significativas no desempenho entre os testes de 2015 e 2017. Isso significa que a pontuação média não fez o aluno ser considerado proficiente em leitura ou matemática nos 4º e 8º anos, embora muitos tenham superado a meta. O Centro Nacional de Estatísticas da Educação, que supervisiona os testes, define a proficiência como a demonstração da competência sobre assuntos desafiadores que todos os alunos devem conhecer.

As pontuações deste ano seguem anos de resultados estagnados e vários esforços de reforma da educação do estado, como a intervenção em algumas escolas em dificuldades e a implementação de Padrões Estaduais do Núcleo Comum em um esforço para aumentar as expectativas.

O estado lançou o Common Core (Núcleo Comum) em 2010 e 2011, mas as pontuações de leitura não mudaram desde então e os resultados em matemática diminuíram ligeiramente.

  1. Nenhuma mudança significativa entre vários grupos.

Não houve aumento ou diminuição significativa entre os vários grupos de estudantes, o que deixou lacunas generalizadas nas conquistas entre estudantes com histórico de dificuldades e seus colegas de classe.

Nos últimos 10 anos, no entanto, alguns grupos de alunos viram aumentos graduais. Por exemplo, estudantes de famílias de baixa renda viram sua pontuação aumentar um pouco na leitura.

  1. Outras medidas são importantes.

Oficiais estaduais e federais foram rápidos em lembrar os repórteres, ao divulgarem os resultados dos testes nacionais, que nessas pontuações — embora consideradas o padrão-ouro na comparação entre os estudantes dos estados — há muito mais que determina se o sistema de educação pública de um estado está indo na direção certa.

Quer outras maneiras de medir o que o Connecticut está fazendo? Visite (https://ctmirror.org/2018/04/10/cts-performance-nations-report-card-doesnt-budge/ ) para ver as taxas de faltas escolares crônicas, as pontuações dos testes Smarter Balanced de Connecticut ou outros fatos sobre sua escola.

 

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestShare on LinkedIn
April 19, 2018

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *