Cuidado com as Fraudes Fiscais

View this post in other languages: English, Español

Get Smart - Pass It On

Cuidado com as Fraudes Fiscais

By Catherine Blinder

15 de abril. A data final para o preenchimento dos impostos chegará antes que você perceba!

Como qualquer coisa hoje em dia, há uma oportunidade para pessoas inescrupulosas enganarem você com seu dinheiro suado.

Há duas fraudes comuns a serem observadas, principalmente nessa época do ano. Em primeiro lugar, se você está em dia com seus registros fiscais ou não, alguém fingindo ser da Receita Federal pode ligar para roubar sua identidade ou dinheiro. Em segundo lugar, alguém pode oferecer suporte fiscal ou serviços de aconselhamento com promessas de economias significativas.

Fraude com a RF

Todos os anos, vemos mais golpes envolvendo ligações e e-mails falsos da RF. Este ano não é exceção. Se você responder a essas chamadas fraudulentas com as informações solicitadas – geralmente informações muito pessoais, como seu número de CPF, números de contas bancárias e datas de aniversário -, corre o risco de ter sua identidade roubada e suas contas bancárias invadidas. Se efetuar o pagamento solicitado, você não verá o dinheiro novamente, especialmente se usar um cartão pré-pago.

Recentemente, um esquema de telefone agressivo que alvejou refugiados e imigrantes foi relatado em cada estado do país, mas especialmente naqueles onde há uma grande concentração de imigrantes.

Esses golpistas são hábeis em enganar as pessoas. O identificador de chamadas geralmente mostra a chamada vinda da RF, eles parecem convincentes porque usam uma linguagem que soa como a oficial do governo, eles usam nomes e números de identificação falsos, geralmente sabem muito sobre a pessoa na qual estão ligando. Mas muitas dessas informações estão facilmente disponíveis on-line.

As vítimas são frequentemente informadas que devem dinheiro a RF e devem pagar imediatamente usando um cartão de débito pré-carregado ou via transferência eletrônica. Se a vítima hesita ou faz perguntas, frequentemente ela é ameaçada de prisão, deportação ou suspensão da carteira de motorista, e muitas vezes o interlocutor se torna hostil e insultuoso.

NÃO SEJA ENGANADO! A RF nunca irá:

  • ligar para exigir pagamento imediato ou ameaçar você pessoalmente;
  • ligar sobre os impostos devidos sem antes lhe enviar uma conta;
  • exigir que você pague impostos sem lhe dar a oportunidade de questionar ou apelar a quantia que dizem que você deve;
  • exigir que você use um método de pagamento específico para seus impostos, como um cartão de débito pré-pago;
  • pedir números de cartão de crédito ou débito pelo telefone;
  • ameaçar levar a polícia local ou de outros departamentos para prendê-lo por não pagar.

Se o telefone não for atendido e deixarem uma mensagem, geralmente é uma solicitação de retorno de chamada “urgente” e mais ameaças. Por favor, não retorne a ligação.

A outra coisa que os golpistas farão é ligar para as pessoas e dizer que elas têm um reembolso devido e tentar enganá-las para que compartilhem informações particulares dessa maneira. Mais uma vez, esses golpistas podem soar convincentes quando ligam. Eles podem parecer saber muito sobre você, e aqueles que usam esse golpe serão menos ameaçadores, já que parecem estar lhe oferecendo algo, mas, novamente, não confie em ninguém que faça uma oferta que pareça boa demais para ser verdade. Você corre o risco ter sua identidade roubada.

Se receber um telefonema de alguém que afirma ser da RF, veja o que você deve fazer:

  • se você acha que deve impostos, ligue para a RF em 1.800.829.1040. Os funcionários de lá podem ajudá-lo com qualquer problema de pagamento;
  • se você sabe que não deve impostos ou não tem motivos para acreditar que deva, relate o incidente ao inspetor geral de Administração Tributária do Tesouro (TIGTA) no telefone 1.800.366.4484 ou tigta.gov.
  • Você pode registrar uma reclamação usando o FTC Complaint Assistant; escolha “Others” e, em seguida, “Imposter Scams”. Se a reclamação envolver alguém que se passe por alguém da RF, inclua as palavras “IRS Telephone Scam” na reclamação.

Lembre-se, também, que a RF não usa e-mails não solicitados, mensagens de texto ou qualquer mídia social para discutir sua questão fiscal pessoal.

Suporte tributário e sinalização de serviço de alerta

O outro golpe que acontece nesta época do ano é com empresas que fornecem “apoio e orientação para negociação tributária”.

Se você tiver dívidas com a RF e estiver procurando suporte para negociação de impostos, atente para alguns desses alertas de publicidade antes de se comprometer com um serviço:

  • “Garantia do dinheiro de volta” – Alguns negociadores da dívida oferecem garantias de reembolso de 30 ou 60 dias. Processos com a RF levam meses, às vezes anos. Se não estiver satisfeito com o serviço prestado pelo seu negociador, poderá não saber até que a sua garantia expire.
  • Comentários – Nem todos as críticas são iguais. Às vezes, os clientes recebem descontos extras ou incentivos para fornecer bons comentários. Uma pessoa que fez ao negociador um comentário brilhante pode ter uma situação fiscal completamente diferente da sua.
  • “Licenciado em todos os 50 estados” – Isso pode ser um artifício porque nem todos os estados exigem que os negociadores sejam licenciados. “Negociação da dívida” e “ajuste da dívida” podem significar coisas diferentes em outros estados. A RF exige que qualquer pessoa que represente um contribuinte seja um “agente inscrito”, um advogado ou um CPA. Certifique-se de que qualquer negociador contratado para ajudá-lo com a RF tenha um desses três títulos.
  • Promessas de abatimento – Uma empresa pode prometer ajudar a “liquidar sua dívida fiscal” ou “evitar ônus, taxas e apreensão”. Todo caso tributário é diferente, e ninguém pode prometer qualquer resultado ao trabalhar com a Receita Federal.
  • Proteção legal – Os negociadores da dívida podem prometer “proteção legal”, mas a única maneira de tê-la é contratar um advogado. Muitos negociadores não são advogados e não fornecem aconselhamento jurídico.
  • “Serviço completo” – O negociador afirma ser “serviço completo”? A RF tem vários tipos de processos. Alguns negociadores apenas ajudarão com um tipo de procedimento, deixando você sozinho para outros. Verifique o que o negociador fará e não fará por você antes de pagar o dinheiro.
  • Informação pessoal – Para negociar com a RF, qualquer negociador legítimo exigirá muitas de suas informações altamente pessoais, e você só deve provê-las a uma pessoa ou empresa da qual você confia.

 

  • Inscreva-se agora! – Negociadores respeitáveis lhe darão a oportunidade de pensar em se inscrever em seus serviços. Se você se sentir pressionado a participar ou continuar recebendo telefonemas, pense duas vezes antes de dar ao negociador seu dinheiro.

Lembre-se, um consumidor informado é um consumidor inteligente, e fazer perguntas, reservar um tempo e verificar com a família e amigos é sempre algo inteligente a se fazer – e, como sempre, passe adiante!

 

Este artigo foi escrito por Catherine Blinder, diretora de educação e extensão do Departamento de Proteção ao Consumidor do Estado de Connecticut. Para saber mais sobre como o departamento pode ajudá-lo, acesse www.ct.gov/dcp.

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestShare on LinkedIn
January 9, 2019

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *