Cuidado com os Golpes para se Tornar Modelo

View this post in other languages: English, Español

Get Smart - Pass It On, Noticia

Cuidado com os Golpes para se Tornar Modelo

By Catherine Blinder 

Você está no shopping e alguém lhe para e diz: “Você é tão bonita! Poderia ser modelo”. Ou diz que seu(ua) filho(a) poderia ser modelo, e se você deixá-los tirar algumas fotos, uma carreira glamorosa e lucrativa poderia surgir! 

Agora eles têm sua atenção. Afinal, é difícil resistir a elogios e promessa de muito dinheiro. 

No momento em que você se envolve em uma conversa assim, eles lhe entregam um cartão e o convidam para ligar e marcar uma entrevista. As chances são boas de que eles não são “caça talentos”, mas golpistas que receberão seu dinheiro em troca de nada de valor. 

A próxima coisa você sabe, você marca uma entrevista e está sentada em uma sala cheia de outras mulheres e meninas que caíram no mesmo discurso. Mas logo você descobre que não está lá para uma entrevista, em vez disso, você é pressionada a pagar de centenas a milhares de dólares em aulas de atuação ou modelagem, testes de tela e “fotografias profissionais”. 

Não permita que esse marketing persuasivo, ou seu desejo por fama, afetem seu julgamento. Aqui estão oito sinais de alerta que podem ajudá-la a determinar se isso é uma fraude: 

  1. O representante diz que ele ou ela é de uma escola de modelo, não uma agência. Agências de modelo e de talento não são a mesma coisa que escolas de modelo. Enquanto uma agência recruta modelos e as paga, uma escola pretende atrair pessoas para comprar seus bens e serviços para obter lucro. Ir a uma escola de modelo não garante uma carreira.  
  1. Você precisa usar um fotógrafo específico. Para ser considerada no mundo da moda, você precisa de fotografias, mas o que as escolas fraudulentas lhe dirão é que você tem que usar o fotógrafo delas. Uma agência que exige que você use um fotógrafo específico provavelmente a engana por dinheiro. 
  1. Eles aceitam apenas pagamentos em dinheiro ou ordens de pagamento. Isso pode ser pelas taxas de matrícula, depósitos para as aulas, sessões de fotos ou taxas de avaliação. Se eles estão pedindo taxas individuais, provavelmente estão mais interessados em seu dinheiro do que em sua carreira. 
  1. Eles garantem um reembolso. Eles podem dizer que seu depósito é reembolsável, mas atenha-se as letras pequenas impressas. Às vezes, o reembolso só é válido se você atender certas condições. É por isso que é importante ler tudo antes de assinar a documentação. Nunca assine nada no local, leve-a com você e peça para amigos, familiares ou, de preferência, um advogado, rever os documentos. 
  1. Você é informado de que pode não ter a mesmas oportunidade amanhã. Se esta oportunidade for boa hoje, será boa amanhã. Eles querem que você aja rapidamente sem pensar; esta é uma técnica popular de pressão. É importante verificar uma empresa antes de tomar quaisquer decisões ou realizar pagamentos. Olhe atentamente seu site. Pesquise na Internet seu nome, seguido da palavra “fraude”. E peça referências. 
  1. Eles prometem que você terá trabalho. Nenhuma carreira de modelo ou de ator é garantida.  
  1. Por fim, procure a empresa e leia os comentários sobre ela. É importante fazer sua pesquisa e ler sobre as experiências que outras pessoas tiveram com a empresa. 

Há um lado mais sombrio desta fraude também. Às vezes, as agências de modelo são realmente empresas à procura de meninas para serem usadas no tráfico sexual. Elas muitas vezes procuram meninas e mulheres jovens que têm vícios e/ou que são fugitivas. Elas também visam mulheres jovens de outros países que estão aqui, sem fortes laços familiares. Portanto, seja muito cautelosa quando abordada por qualquer pessoa que prometa uma carreira de modelo. 

Se você for abordada por um agente de modelo que está “em busca da sua aparência”, lembre-se desses sinais de alerta e ouça seus instintos. Embora nem todas as agências de modelos sejam fraudes, é importante estar atento. Seja inteligente e passe adiante! 

Este artigo foi escrito por Catherine Blinder, diretora de educação e divulgação do Departamento de Proteção ao Consumidor do Estado de Connecticut. Para saber mais sobre como o Departamento de Proteção ao Consumidor pode ajudar, visite-nos on-line em www.ct.gov/dcp. 

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestShare on LinkedIn
January 31, 2018

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *