Quando Você Precisa de Cuidados de Saúde em Casa

View this post in other languages: English, Español

Get Smart - Pass It On

Quando Você Precisa de Cuidados de Saúde em Casa

By Catherine Blinder

Muitos de nós cuidam ou ajudam a cuidar de membros mais velhos de nossas famílias. Atualmente, há mais de 47 milhões de pessoas com mais de 65 anos na América. Em 2060, esse número provavelmente dobrará para 98 milhões.

A responsabilidade pode ser desafiadora e difícil para os membros da família cuidando de várias gerações ao mesmo tempo, e muitas vezes você precisa de ajuda extra. Ao procurar apoio para o seu parente idoso, é importante fazer as perguntas corretas para garantir que a empresa que você contrata esteja devidamente registrada e a pessoa que vem a sua casa tenha as habilidades adequadas, segurança e uma forte e confiável agência que a representa.

Cuidadores não podem fornecer serviços médicos ou de saúde. Se você precisar de ajuda médica para seu ente querido, entre em contato com o Departamento de Saúde Pública para obter informações sobre agências de saúde em casa.

O que um cuidador faz?

  • O trabalho de um cuidador é ajudar as pessoas a realizarem as tarefas diárias que elas não são capazes de fazer sozinhas. Cuidadores podem fornecer às pessoas serviços como preparação de alimentos, condução, pequenas tarefas e de rotina ao redor da casa.

Como um cuidador ajuda sua família?

  • Ele pode fornecer assistência extra que permite que seu ente querido continue a viver de forma independente e oferece uma sensação de conforto e rotina.
  • Antes de contratar um cuidador para um membro da família, é importante garantir que ele entenda o relacionamento entre os dois e sinta que tem uma opção quanto ao assunto.

Como contratar um cuidador?

Existem duas maneiras de contratar cuidadores em Connecticut; pelo modelo patronal ou registro.

  • O modelo patronal é quando o cuidador é um empregado da agência. Você pagará a agência, e essa é responsável por pagar o cuidador.
  • O modelo de registro é quando você contrata um cuidador da lista de funcionários disponíveis da agência, e a agência cobrará uma taxa por seu serviço. Você será responsável por pagar diretamente o cuidador.

Se você usa um modelo de registro, a agência deve fornecer uma notificação por escrito que especifica suas obrigações legais para com o cuidador contratado. Você deve assinar e datar esta notificação e devolvê-la à agência antes que os serviços comecem. Além disso, é importante lembrar que, se você escolher o modelo de registro, você pode ser considerado o empregador de acordo com a lei, e será responsável pelo pagamento de impostos federais e estaduais, seguridade social, horas extras e salário mínimo, desemprego, pagamentos de compensação do trabalhador e quaisquer outros pagamentos aplicáveis exigidos pela lei federal e estadual.

É aconselhável falar com um contador ou um advogado para ajudá-lo a entender suas responsabilidades financeiras sob o modelo de registro.

Cada HCA (ambos usando o modelo patronal e de registro) deve fornecer um contrato por escrito que indique claramente:

  • Seu direito de solicitar alterações no contrato ou plano de serviço;
  • Notificação de que os funcionários de uma agência são obrigados a realizar uma verificação de antecedentes abrangente;
  • Os termos e custos de cada serviço individual. Esclarecer que não há custos ocultos ou adicionais;
  • Uma definição clara do empregado (cuidador), do cliente (você mesmo) e da relação de trabalho;
  • As políticas da agência para aceitar gratificações ou gorjetas;
  • Lista de descrição do cargo do cuidador, incluindo se ele “morar no local” ou for “diarista”, etc.;
  • Observar que os registros da agência podem ser disponibilizados para inspeção ou auditoria pelo Departamento de Proteção ao Consumidor (DCP); e,
  • Instruções sobre como apresentar uma reclamação sobre qualquer problema com a agência.

O que lembrar ao contratar um cuidador:

  • Certifique-se de que os serviços oferecidos estejam claramente delineados. Se você não entender quais serviços estão sendo oferecidos, peça à agência para esclarecer por escrito.
  • Clareza sobre a cobrança e o pagamento. Certifique-se de que você e a agência estejam acordados sobre quanto você pagará, seja esse pagamento feito diretamente ao cuidador ou a agência, e a frequência e quando os pagamentos são feitos. Você também deve ter claro quem é o responsável pelo pagamento — o indivíduo que recebe o auxílio ou você (ou ambos).
  • Verifique se há custos adicionais e taxas ocultas. Leia atentamente o contrato e verifique se há pagamento para as férias, condução ou combustível. Verifique se extra pode ser cobrado de você caso cancele serviços antes do final do seu contrato.

Escolher os cuidados domiciliares é uma decisão importante para qualquer família, e se você precisar de mais informações ou orientação, encontrará o Guia para Cuidadores do DCP para consumidores em espanhol e inglês em: http://www.portal.ct.gov/DCP/Agency-Administration/Publications/Manuals

Você também pode apresentar uma queixa como consumidor com o DCP em dcp.complaints@ct.gov ou ligando para 860-713-6300

Este artigo foi escrito por Catherine Blinder, diretora de educação e divulgação do Departamento de Proteção ao Consumidor do Estado de Connecticut. Para saber mais sobre como o departamento pode ajudá-lo, visite-nos on-line em www.ct.gov/dcp.

 

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestShare on LinkedIn
March 10, 2018

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *