View This Post In: English, Spanish

Noticia

A História de GRAZIELA DA SILVEIRA

By Maria Danniella Gutiérrez- Salem

Quem sonha com um trabalho em que você é pago para fazer o que ama? Acredito que absolutamente todo mundo sonha com isso! Nossa entrevistada é uma dessas pessoas de sorte. Ela nasceu e viveu em Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil, até 2004, quando decidiu vir para os Estados Unidos em busca de um futuro melhor. Ela me disse que se considerava abençoada por sua família, amigos e trabalho.

O que a motivou a vir para a América? Com um grande sorriso, Graziela respondeu: “Meu irmão. Ele veio para os Estados Unidos em 1998 e não parava de falar sobre as maravilhas deste país. Tinha ouvido de outras pessoas que esta era a terra da oportunidade. Isso despertou minha curiosidade, então decidi vir para ver com meus próprios olhos se tudo o que diziam era verdade. Quando estava aqui, me apaixonei por este país, porque, pela primeira vez, senti-me independente. No Brasil, morava com meus pais, sempre protegida e mimada por eles. Minha família é muito unida e amorosa, mas devo admitir que não me sentia forte ou independente. Por exemplo, eu nunca tive nenhum tipo de responsabilidade financeira. No entanto, tinha uma vida boa e me formei em contabilidade. Eu queria encontrar meu próprio caminho, escrever a minha própria história com sucessos e fracassos, tornando-a completamente minha”.

Você tem bons amigos? Ela respondeu com convicção: “Quando você vive em outro país, seus amigos mais próximos tornam-se sua família. Eles estão aqui para apoiá-lo, mas você também deve fazer o mesmo por eles. A bênção de ter pessoas boas ao seu redor torna-se sua responsabilidade. Todos os dias da minha vida, tento dar o melhor de mim. Só posso fazer isso usando os talentos que Deus me deu. Aqui nos EUA aprendi espanhol e inglês. Quase diariamente me tornava intérprete em algum lugar que ia. Isso não me incomoda, porque minha recompensa é saber que estou fazendo a coisa certa. Atualmente, estou vivendo com um casal de amigos que têm uma criança. Eles são muito especiais para mim e sua filha é como uma sobrinha que consegue me fazer sorrir quando estou cansada”.

Por que você acha que é paga para fazer o que ama? Ela rapidamente explicou: “Desde que cheguei nos Estados Unidos, o meu objetivo era ter sucesso e ter uma vida decente. Trabalhei limpando casas, como babá, supermercado, e entre outras coisas. No entanto, depois, decidi estudar e consegui um certificado em negócios na Western CT State University. Depois disso, conheci o proprietário da empresa para a qual trabalho atualmente como instrutora de direção. É um trabalho que traz muitas recompensas e me faz sentir bem como ser humano. Tenho a oportunidade de lidar diariamente com imigrantes que, como eu, vieram para este país em busca de uma vida melhor. Aqui, há ótimas oportunidades para as pessoas que trabalham duro. Eu os ensino a dirigir, em alguns casos, familiarizando-os com as regras de condução que são diferentes daquelas em seu país. Cada cliente é um novo desafio, já que tento que me adaptar às suas necessidades. Mas, no fim, é sempre reconfortante saber que suas vidas vão mudar e que, de uma forma ou de outra, eu os ajudei. A carteira de motorista no país é sinônimo de independência.

Finalmente, qual seria a sua mensagem? Suas palavras finais foram: “Para mim, a vida está em cada ação, pensamento ou momento. Podemos usá-la para ter sucesso ou simplesmente sentar e reclamar observando aqueles que têm sucesso, porque eles não têm medo de experimentar”.

Daniella Maria Gutierrez-Salem praticou advocacia na Venezuela antes de seguir seu próprio sonho americano de se tornar escritora nos Estados Unidos. mdgutier@gmail.com.

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestShare on LinkedIn
July 25, 2016

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *