O Empreendedorismo Brasileiro nos Estados Unidos

View this post in other languages: English, Español

Little Brazil, Noticia

O Empreendedorismo Brasileiro nos Estados Unidos

By Karla Rensch

Brasileiro é um povo naturalmente empreendedor. Segundo a GEM, Global Entrepreneurship Monitor 2011, em pesquisa realizada em parceria com o Sebrae e o IBQP, Instituto Brasileiro da Qualidade e Produtividade, o empreendedorismo brasileiro aparece em terceiro lugar no ranking de 54 países que foram analisados, perdendo apenas para a China e os Estados Unidos.

Ao migrar, a comunidade brasileira residente nos Estados Unidos leva consigo muito mais que os seus sonhos e a possibilidade de ampliação de seus horizontes. Ela carrega uma imensa capacidade criativa, dosada com competência, profissionalismo e uma maneira leve e bastante peculiar de encarar os diversos desafios que irão fazer parte de seus futuros negócios ou investimentos como imigrantes.

Exemplos de negócios bem sucedidos temos muitos e em áreas variadas, desde o comércio artesanal a grandes produtoras de eventos, passando por uma extensa e diversa gama de profissionais,  que atuam em todos os ramos existentes, desde beleza a gastronomia. O universo dos negócios é amplo. É fato que a nossa fatia no bolo do mercado americano é significativa e continua crescendo a olhos vistos, seja no mercado formal, como no informal, incluindo a parcela composta pelos prestadores de serviços.

Nesse contexto, observamos um fato bastante interessante que ocorre principalmente nos estados que recebem muitos brasileiros como turistas, o empreendedorismo acaba dividindo-se em duas vertentes. A primeira delas é o comercio que sobrevive no mercado americano fazendo negócios  quase que unicamente com brasileiros, sejam eles residentes ou turistas. Sobre isso, o professor Eduardo Picancó, em pesquisa realizada pelo Departamento de Empreendedorismo e Gestão (DEG) da Universidade Federal Fluminense (UFF) diz que: “O empresário que migra passa por muitas dificuldades porque está em um mercado novo e desconhecido, então ele acaba sendo naturalmente induzido a abrir uma empresa que atenda a brasileiros”.

A outra vertente é aquela que segue os rumos naturais do empreendedorismo, sem limitar-se em um único público alvo, atendendo além da comunidade latina, também a americana. Um exemplo é o empresário Nilton Coelho, dono do Banana Brasil, rede de restaurantes brasileiros que oferecem comida de excelente qualidade e tempero caseiro, trazendo para o público americano especiarias e peculiaridades de nossa culinária.  Conhecido em toda comunidade latina, o Banana Brasil é um dos restaurantes mais frequentados pelos nossos conterrâneos. Atualmente, a rede dispõe de quatro filiais em Connecticut e estará, em breve, inaugurando mais um restaurante no estado de Massachusetts. Desa forma, expandirá seus horizontes atestando com seu sucesso e crescimento a competência do empreendedorismo brasileiro nos Estados Unidos.

 

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestShare on LinkedIn
November 16, 2017

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *