Um Natal Mais que Especial

View this post in other languages: English, Español

Little Brazil, Noticia

Um Natal Mais que Especial

By Karla Rensch

Criança por si só é especial, afinal todas elas trazem consigo algo de puro, encantador e inocente. Dentro desse universo mágico encontra-se um grupo com peculiaridades e diagnosticos que as tornam ainda mais especiais, únicas em sua personalidade, desenvolvimento didático e maneiras de interagir com a sociedade. A criança especial é aquela que requer cuidados e educação diferenciados e, dependendo de sua condição, é perfeitamente apta a interagir e a frequentar as mesmas atividades que as não diagnosticadas, desde que com educação especial voltada as suas necessidades.

A comunidade brasileira residente em Connecticut é bastante ativa e conta com vários grupos virtuais que esclarecem e procuram sanar dúvidas e medos de pais brasileiros de crianças com necessidades especiais. O suporte online que esses grupos oferecem as famílias recém-chegadas e que não dominam ainda o idioma é de grande valor, visto que além de suporte emocional, eles também os orientam nas questões burocráticas. Como é o caso de Mércia Ordine, do grupo Famílias Brasileiras com Necessidades Especiais de Connecticut.

No último sábado, dia 2 de dezembro, a brasileira Claudineia Cardinali, muito amada e conhecidada em nossa comunidade como a Palhaça Pimentinha, juntamente com o seu marido, o mágico Roberto Douches, e um grupo de voluntários brasileiros, realizaram pelo quarto ano consecutivo a festa do Families United in Newtown (F.U.N.) – um grupo de crianças especiais da cidade de Newtown, CT, com o objetivo de dar apoio e incentivo as famílias de crianças com necessidades especiais.  O F.U.N. foi fundado em 2010 por Linda Jones, com o apoio da Newtown High School National Honor Society Chapter, em memória de seu filho Tylor Jones.

Em 2014, Claudineia e o seu marido estariam celebrando o primeiro ano de casados, e como já trabalhavam com crianças e visitas a hospitais, decidiram identificar um grupo de crianças e fazer a festa de Natal deles, celebrando de maneira nobre e filantrópica o amor que os unia. A busca teve fim quando Sonia Mcnamara, uma seguidora do Grupo Brasileiras em Connecticut, sugeriu essa organização (F.U.N) depois de ler um post de Claudineia na página do grupo.

E assim foi feito, em 2014 a palhaça Pimentinha e seu companheiro mágico BobbyD, tocaram pela primeira vez a vida dessas crianças, levando sonhos, presentes,  alegria e esperança, e com direito a Papai Noel e muito mais.

O projeto é todo voluntário e conta com a ajuda de muitas pessoas da comunidade brasileira. O maravilhoso é que ele já virou tradição e é esperado ansiosamente pelas 28 crianças, algumas com autismo e outras portadores de síndrome de down, e seus familiares.

Claudineia conta que algumas dessas famílias possuem mais de uma criança com necessidades especiais. Para as famílias, a festa de Natal oferecida por esse grupo de voluntários brasileiros é uma alegria e uma sopro de ar fresco, pois os filhos não são incluídos nos eventos frequentados por crianças não diagnosticadas. Vê-los felizes celebrando o Natal com alegria e harmonia é algo inspirador.

Caso precise de mais informações sobre esse projeto e como fazer para participar, procure por Claudineia Cardinali no Facebook ou ligue para 914-562- 0294. Venha fazer parte do time de voluntários da festa do próximo ano. Eu estarei lá com certeza!

 

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestShare on LinkedIn
December 7, 2017

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *