Departamento de Seguros de Connecticut Aprova Fusão CVS-Aetna

View this post in other languages: English, Español

Saúde

Departamento de Seguros de Connecticut Aprova Fusão CVS-Aetna

By Mackenzie Rigg | CTmirror.org

O Departamento de Seguros de Connecticut aprovou a fusão de US$ 69 bilhões da CVS Health Corp com a Aetna Inc., sediada em Hartford.

A aprovação depende de a Aetna concluir a venda de todo seu plano de prescrição Medicare Part D para uma subsidiária da WellCare Health Plans, de acordo com a decisão do departamento de seguros emitida em 17 de outubro.

“A aprovação de hoje significa que a Aetna continuará a chamar Connecticut de lar por muitos anos”, disse o governador Dannel P. Malloy em um comunicado. “A CVS Health tem um registro incrível de administração corporativa e saudamos sua liderança e compromisso em manter Hartford um centro de excelência para o negócio de seguro.”

A aprovação acontece uma semana depois que o Departamento de Justiça dos EUA aprovou a fusão, também com as condições em torno da venda do negócio de planos de prescrição do Medicare Part D da Aetna. A fusão também deve ser aprovada por vários reguladores de seguros do estado antes de poder ser finalizada.

A venda “resolve as preocupações de concorrência colocadas por esta transação e preserva a concorrência na venda de planos de medicamentos sujeitos a receita médica do Medicare Parte D para indivíduos”, disse o procurador-geral adjunto, Makan Delrahim, da Divisão Antitruste do Departamento de Justiça na semana passada.

O presidente e diretor executivo da CVS Health, Larry Merlo, disse em um comunicado que Connecticut é a principal reguladora da empresa, “então essa aprovação representa um passo significativo a frente”.

Merlo disse que as duas empresas esperam concluir a transação no início do quarto trimestre deste ano. O quarto trimestre da CVS vai de outubro a dezembro.

“A CVS tem um forte histórico de administração em suas comunidades locais e esperamos que, em combinação com a Aetna, continuemos com isso em Connecticut”, disse ele.

Hartford é a casa de Aetna desde 1853.

No início deste mês, a CVS, por escrito, se comprometeu a manter seus negócios de seguros em Hartford por pelo menos 10 anos, mantendo os níveis de pessoal por pelo menos quatro anos e honrando acordos filantrópicos existentes – um compromisso que atraiu elogios do governador, vice-governador, e o prefeito de Hartford, Luke Bronin.

“Estamos ansiosos para ter CVS Health aqui em Hartford e fazermos parceria com eles nos próximos anos, com base na história de mais de 150 anos da Aetna na capital”, disse Bronin em um comunicado em 17 de outubro.

O Departamento de Seguros de Connecticut realizou uma audiência pública sobre a fusão em 4 de outubro. Representantes da CVS e da Aetna testemunharam que a aquisição reduzirá os custos da assistência médica e melhorará a saúde dos moradores do estado. Críticos expressaram preocupações de que os consumidores poderiam ter muito menos escolhas e despesas potencialmente maiores.

“A Aetna vê isso como o próximo passo, e certamente o mais importante, em nossa própria jornada para realmente colocar os consumidores no centro de seus cuidados”, disse a presidente da Aetna, Karen Lynch, na audiência de 4 de outubro.

Nathan Tinker, CEO da Associação de Farmacêuticos de Connecticut, disse que sua organização se opôs  firmemente à fusão na audiência.

“A CPA está muito preocupada que o aumento da integração vertical na indústria da saúde contribuirá para maiores custos, terá um impacto negativo na escolha do paciente e irá retirar as farmácias independentes do ramo”, disse Tinker.

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestShare on LinkedIn
October 24, 2018

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *