Envolvendo Homens nos Testes de Infertilidade

Clique nesse post English, Espanol

Saúde

Envolvendo Homens nos Testes de Infertilidade

By Joshua M. Hurwitz

Infertilidade não é apenas uma questão feminina. Quarenta por cento dos pacientes com infertilidade experimentam a infertilidade masculina, tais como distúrbios na produção de esperma, anomalias estruturais, distúrbios ejaculatórios e distúrbios imunológicos, de acordo com a Sociedade Americana de Medicina Reprodutiva (ASRM, na sigla em inglês).

E ainda assim muitos homens hesitam em fazer o teste, porque sentem que é “estranho” ou não natural ou “não é possível que eu tenha um problema com meu esperma”. Mas, assim como a infertilidade feminina, é impossível saber sem consultar um especialista que faça o teste de diagnóstico.

Infertilidade é um esporte de equipe para ambos os membros de um casal. Na Associação de Medicina Reprodutiva de Connecticut (RMACT, na sigla em inglês), nossos testes de diagnóstico incluem uma avaliação completa de fertilidade em nossos pacientes do sexo feminino, bem como a verificação da análise do sêmen de cada um de nossos pacientes do sexo masculino. É importante que os pacientes lidem com problemas de fertilidade juntos — tanto emocional como medicamente.

Como um dos nossos pacientes do RMACT disse: “Basta fazer o teste”. Robert S., um paciente do Dr. Hurwitz, que agora tem uma filha de quatro anos de idade e está esperando seu segundo filho, explica que há o benefício emocional em partilhar o diagnóstico de infertilidade. Ele diz: “Estávamos juntos no mesmo barco e eu não estava só olhando do lado de fora. Isso ajudou muito porque eu [sabia] que não conseguiria sem a ajuda da RMACT”.

A boa notícia é que os homens podem melhorar a qualidade e quantidade de seu esperma em cerca de três meses através de mudanças no estilo de vida, como melhorar a dieta e minimizar ou eliminar hábitos como o consumo excessivo de álcool e fumo. A formação básica de esperma leva cerca de 74 dias e um adicional de 12 a 21 dias para que o esperma mature.

Quando esses passos não são suficientes, há intervenção médica. Inseminação Intrauterina (IIU) é um procedimento simples e não-invasivo para problemas leves e moderados de esperma e, se necessário, Injeção Intracitoplasmática de Espermatozoides (ICSI) é usada para tratar formas graves de infertilidade masculina, particularmente quando há uma preocupação com a capacidade do esperma em fertilizar um óvulo. ICSI é utilizado em conjunto com a fertilização in vitro (FIV).

A infertilidade masculina pode ser superada quando se trabalha com um especialista em fertilidade, dando aos casais a oportunidade de iniciar ou construir a família de seus sonhos.

Dr. Hurwitz é endocrinologista reprodutivo certificado e parceiro da Associação de Medicina Reprodutiva de Connecticut (www.RMACT.com), que tem escritórios em Stamford, Norwalk, Danbury e Trumbull. Além de seu trabalho com os pacientes, ele é diretor da divisão de serviços de Endocrinologia Reprodutiva e Infertilidade (REI) no Departamento de Obstetrícia, Ginecologia e Ciências Reprodutivas do Danbury Hospital. Dr. Hurwitz foi reconhecido com vários prêmios, incluindo o Castle Connolly Top Doctor de Fairfield County.

Para contatar Dr. Joshua M. Hurwitzligue 800-865-5431 ou acesse www.rmact.com.

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestShare on LinkedIn
October 8, 2016

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *